Bibliotecas do Agrupamento

Bibliotecas do Agrupamento

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

AO LONGO DO TEMPO (1)

Placard da Biblioteca Escolar João Antunes

Uma pequena viagem pela literatura grega do período clássico




AUTOR DO MÊS (1)

Setembro



DIVULGAÇÃO (2)

Bolsas Gulbenkian Mais


Terminaste o 12.º ano de escolaridade com boas notas, estás matriculado no ensino superior e sentes algumas dificuldades financeiras? Tens agora uma possível solução para o teu problema: o novo programa de bolsas da Fundação Calouste Gulbenkian. Consulta a informação disponível sobre as Bolsas Gulbenkian Mais clicando aqui. Boa sorte!

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

DIA INTERNACIONAL DO DIREITO AO SABER - 28 DE SETEMBRO




O Dia Internacional do Direito ao Saber foi assinalado na Biblioteca Escolar João Antunes com a divulgação de um poema de Nuno Higino. Este poema foi registado num multicolorido painel, afixado na porta de entrada da Biblioteca Escolar, para assinalar a importância da contribuição desta para o conhecimento e para a apropriação dos diferentes saberes que Homem foi acumulando ao longo do Tempo.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

A LEITURA E A ARTE (3)


Girl reading, Albie Davis

POEMA DA SEMANA (3)

Independência


Recuso-me a aceitar o que me derem.
Recuso-me às verdades acabadas;
recuso-me, também, às que tiverem
pousadas no sem-fim as sete espadas.

Recuso-me às espadas que não ferem
e às que ferem por não serem dadas.
Recuso-me aos eus-próprios que vierem
e às almas que já foram conquistadas.

Recuso-me a estar lúcido ou comprado
e a estar sozinho ou estar acompanhado.
Recuso-me a morrer. Recuso a vida.

Recuso-me à inocência e ao pecado
como a ser livre ou ser predestinado.
Recuso tudo, ó Terra dividida!

Jorge de Sena

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

terça-feira, 19 de setembro de 2017

A LEITURA E A ARTE (2)


Le lecteur, Aurélien Diot

POEMA DA SEMANA (2)

Conquista

Livre não sou, que nem a própria vida
Mo consente.
Mas a minha aguerrida
Teimosia
É quebrar dia a dia
Um grilhão da corrente.

Livre não sou, mas quero a liberdade.
Trago-a dentro de mim como um destino.
E vão lá desdizer o sonho do menino
Que se afogou e flutua
Entre nenúfares de serenidade
Depois de ter a lua!

Miguel Torga

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

A LEITURA E A ARTE (1)



Dos niñas leyendo, Pablo Picasso

POEMA DA SEMANA (1)

Para atravessar contigo o deserto do Mundo


Para atravessar contigo o deserto do mundo
Para enfrentarmos juntos o terror da morte
Para ver a verdade para perder o medo
Ao lado dos teus passos caminhei

Por ti deixei meu reino meu segredo
Minha rápida noite meu silêncio
Minha pérola redonda e seu oriente
Meu espelho minha vida minha imagem
E abandonei os jardins do paraíso

Cá fora à luz sem véu do dia duro
Sem os espelhos vi que estava nua
E ao descampado se chamava tempo

Por isso com teus gestos me vestiste
E aprendi a viver em pleno vento

Sophia de Mello Breyner Andresen